Rua Texas, 284 - Jd. América | Sorocaba - SP
15 | 3021.9015

O que é a Inteligência Emocional?

De forma simples, a resposta para a pergunta, que leva o nome título deste artigo é: a capacidade de reconhecer os próprios sentimentos e o desenvolvimento de habilidades para lidar com eles. Para começarmos a entender como isso funciona, é importante saber que todos nós possuímos o que denominamos de: padrões de comportamento, que são as respostas automáticas, mediante diversas situações em nossas vidas.

Nossos padrões comportamentais são responsáveis pela qualidade dos resultados que obtemos, e isso obviamente acontece sem nossa percepção, de forma automática. Quando nos questionamos a razão pela qual não obtemos determinados resultados ou mesmo não conseguimos promover mudanças, a resposta está em nossas reações e emoções para cada situação.

Ser inteligente emocionalmente é em primeiro lugar perceber isso, para posteriormente começarmos um processo de pequenas mudanças, de forma consciente e alinhada a resultados eficientes e positivos.

Como exemplo, imagine você leitor a seguinte situação: você está no trânsito indo para o seu trabalho e de repente um carro passa na sua frente dando aquela fechada, quase batendo no seu veículo, o motorista do outro carro ainda acaba abaixando o vidro e reclamando com você. Nesse simples exemplo da vida cotidiana, usar a Inteligência Emocional seria o simples fato de acenar de forma positiva para o outro motorista, ou ir além pedindo desculpas, estranho?

A primeira vista sim! Pois a maioria das pessoas ficariam indignadas, revoltadas, partindo muitas vezes para uma discussão ríspida e até agressões. Porém, você nessa hora faz uma escolha: a de não levar isso adiante, não deixar esse fato estragar seu dia, não alimentar aquilo que não faz bem, afinal você estava indo para o seu trabalho, não saiu de casa deixando a sua família para entrar em brigas e discussões, certo?

Obviamente, para esse tipo de resposta ocorra é preciso passar por um processo de percepção e conscientização, de como as emoções atuam em conjunto com nossos comportamentos. Em minhas palestras sempre reforço: o primeiro passo é a observação e o sentimento relacionado a cada fato, o segundo passo é a experimentação, ou seja, tenha uma reação consciente e diferente daquilo que usualmente faria, o terceiro passo é se perguntar: minha nova escolha foi melhor, mais alinhada, mais coerente com aquilo que desejo? Se a resposta for sim, parabéns você começou sua caminhada!

Ao contrário do que se possa imaginar, a busca por essa nova compreensão e excelência não é somente individual, atualmente e felizmente, o assunto: Inteligência Emocional vêm ganhando cada vez mais espaço no mundo corporativo, em nosso contato diário com empresas de todos os portes e segmentos, percebe-se a conscientização de que é importante fazer investimentos em treinamentos na área comportamental, onde a maior ênfase é dada no relacionamento entre as pessoas.

Como resultado, temos uma rápida e significativa mudança na maneira dos colaboradores interpretarem as relações no ambiente de trabalho, sendo possível alinhar objetivos gerais da equipe, sem deixar de lado a individualidade e a importância de cada um, no desempenho de suas tarefas.

Deixe um comentário